Com um mês no ar, “Pecado Mortal” ainda não decolou na Record

Jussara Freire, Betty Lago e Luiz Guilherme  em “Pecado Mortal” - Foto: Divulgação / Rede Record

Jussara Freire, Betty Lago e Luiz Guilherme em “Pecado Mortal” – Foto: Divulgação / Rede Record

Passado um mês da estreia de “Pecado Mortal”, a novela da Record, nos perguntamos por que a trama de Carlos Lombardi ainda não caiu no gosto do público. Os números no Ibope não são muito diferentes dos da atração anterior no horário, “Dona Xepa” – entre 6 e 8 pontos de média na Grande São Paulo.

A novela apresenta uma ótima produção, um bom elenco e é bem dirigida. Não deixa muito a dever às produções da Globo. O casal de atores protagonistas – Fernando Pavão e Simone Spoladore (Carlão e Patrícia) – está bem, eles combinam com o texto do autor e têm química em cena. O trio Betty Lago, Luiz Guilherme e Jussara Freire (Stella-Michelle-Donana) deitam e rolam em cenas bem escritas e dirigidas. Carla Cabral (Laura) e Paloma Duarte (Doroteia) se destacam no elenco feminino, enquanto Victor Hugo (Picasso) e Felipe Cardoso (Otávio) mostram que foram apostas acertadas.

A novela é bastante ágil, com texto rápido, cenas clipadas, ação, perseguição, tiroteio, violência. Requer atenção do público, desacostumado já com novelas que exijam um pouco mais do que sua simples passividade. Seria esse o calcanhar de Aquiles de “Pecado Mortal”? Ou o telespectador ainda está muito condicionado à programação global? Notei que o único dia em que a concorrente apresenta algo que soa como novidade para seu público, na hora de “Pecado Mortal”, é quinta-feira, com o “The Voice Brasil” (anteriormente uma atração dominical).

O autor já afirmou que vai dar uma diminuída no ritmo da novela e abrir mais espaço para o romance. Acho prudente. É preciso primeiro cativar o público com personagens que ele goste, se identifique – claro, tendo como pano de fundo uma história que lhe agrade. Essa primeira conquista é essencial, vital, é quando o telespectador compra a novela, paga para ver.

A julgar pelos números de Ibope, o telespectador de “Pecado Mortal” é o cativo da emissora, o mesmo de “Balacobaco” e “Dona Xepa”. Toda campanha de lançamento para atrair um público novo parece ter surtido pouco efeito até o momento. Mas sabemos também que um mês é pouco tempo. Ainda mais em se tratando da Record, que vem de uma fase de baixa. É normal que essa conquista aconteça paulatinamente.

O texto acima e do colunista Nilson Xavier por tanto as opiniões expressas aqui são de responsabilidade do autor do texto, e não refletem a opinião do site Todo Canal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s